12 fevereiro, 2017

Prensa de Opérculos para venda

Prensa de Opérculos em segunda mão.
Como nova, foi utilizada quatro vezes.
Motivo da Venda: A dimensão da exploração não justifica um equipamento desta dimensão.
Preço: Muito abaixo do valor de mercado.

Mais informações: amarmaster@sapo.pt

5 comentários:

José Fraga disse...

Sinceramente... Não serve para grande coisa. É este o problema de alguns apicultores, o de perderem o controlo e comprarem tudo aquilo de que lhes falam. A apicultura está envolta um gigante negócio de venda de material e ou os apicultores fazem contas bem feitas, ou apenas trabalham para aquecer.
Espero que não censurem esta minha opinião...

José Fraga disse...

Este tipo de máquina de pouco serve. Faz lembra as máquinas de desoperculação, sendo que desafio qualquer um com a minha faca desoperculadora. Amigos apicultores, um apicultor apenas precisa de um centrifugador, uma tina para trabalhar de pé e uma caldeira para derreter cera, para troca de cera nova. Lanço a Pergunta: quem obtiver de forma regular alimento e mais alimento, estimulante e mais estimulante, leveduras de cerveja e mais leveduras, rainhas fecundadas e virgens, núcleos, colmeias, cera,, enxames, quadros, núcleo de fecundação, cupularves, cúpulas, porta cúpulas, tratamentos para a varroa, gasóleo, despesas em viaturas, gás de maçarico, muito e muito trabalho etc etc e mais etc, anda a perder dinheiro nestas andanças. Caros camaradas, façam contas e verão quanto efectivamente ganham no final de uma safra. Reflictamos, nesta atividade, olhando para quem a domina, apenas temos facilidade em comprar e mais comprar... o problema é quando queremos vender o mel, que aí "já há especulação", "os chineses inundaram o mercado de mel traficado", ouvimos de tudo. Quem compra mel ou vende material apícula, apenas pensa no seu negócio. O amor pelas abelhas, se o houve, morreu há muito. Como sou um louco aficionado pela apicultura, praticamente desde que nasci, porque detesto ver pessoal a abandonar a atividade, apelo a que pensem bem antes de comprar o que quer que seja, vislumbrem mais além.
Deixo um pequeno exemplo: Já viram um enxame morto de fome? Algumas abelhas ficam mesmo no interior dos operculos, porque aí comeram as últimas reservas de mel, certo? de mel. Se verificarem os quadros do ninho, estão cheios de pólen, e mesmo assim elas morreram de fome, porque a energia vão buscá-la ao mel. Agora pergunto, para que serem esses suplementos de proteína (leveduras) dados durante o inverno??? Apenas a criação precisa dessa proteína/fibra, e se nos lembrarmos que o excesso de pólen estraga ceras com força por causa de apanhar bolores, acho que não devem restar dúvidas.
Abraço a todos e cumprimentos apículas.
Espero que não censurem a minha mensagem.

José Fraga disse...

Sem comentários? Deixarei de ver e recomendar este blog. Dada a censura no que concerne a comentários. Tenho testado a vossa seriedade e já percebi a lógica.

Alien disse...

Caro José Fraga

O Sr. parece-me algo nervoso a tirar conclusões.
Se ainda não tinha publicado o seu comentário foi
apenas porque a disponibilidade não me permite
vir todos os dias à net.

Revejo-me nalgumas das críticas que faz ao excessivo
consumismo que hoje caracteriza o sector, até porque
já fiz críticas semelhantes.

Não sou eu que estou a vender a prensa de opérculos
foi um amigo que me pediu para a publicitar.

No entanto conheço o caso e deixe-me dizer-lhe que o equipamento
não foi comprado apenas porque ficava bem na melaria, mas porque
se trata de uma melaria de uso colectivo e pensou-se ser necessária
uma prensa de tais dimensões.

Afinal e pesando os custos/benefícios concluiu-se que a mesma
seria sobre-dimensionada para o uso que lhe davam e por isso a estão
a vender...

um abraço
Joaquim Pifano

Anónimo disse...


Exmª Sr.

José Fraga:

Fiquei espantado com os seus comentários. Por várias razões.

1º - O Exmº. Sr. Dr. Joaquim Pífano está na Apicultura há longos anos e já deu provas mais do que suficientes, da sua isenção e motivação na defesa da Apicultura. Mais, não será certamente sem razão que o seu "blog" é o mais visitado em Língua Portuguesa, não sendo portanto agorta que iria começar a "censurar" comentários.

2º - É verdade. Muitos apicultores compram "monos" que depois para nada lhes servem, como aliás sucede em todas as actividades.

3º - Sucede que esta prensa foi adquirida por uma Associação de Apicultores e não por um apicultor isolado.

4º - Quanto à sua afirmação de as abelhas não precisarem de proteínas, mas apenas as larvas ... olhe que não. Considere o mel como as batatas fritas e o pólen como o bife. Experimente privar completamente uma colmeia de pólen e dê-lhe mel com fartura. Depois veja o resultado. Se o mel , assim como os hidratos de carbono em todos os animais são o material de energia, as proteínas são o material de estrutura. Para que tenha uma ideia, salvaguardando as devidas distâncias biológicas entre Homem e Abelha veja em "kwashiorkor".

5º - As amas consomem elevadas quantidades de pólen e basta observar ao microscópio o intestino de uma abelha adulta para aí encontrarmos pólen em vários estádios de digestão.

6º - O varroa desequilibra ainda mais eta relação. Porque ao alimentar-se de uma lipoproteína - a vitelogenina ( e não da hemolinfa como se pensava)reduz ainda mais as reservas proteicas das abelhas.

7º - O pólen apenas ganha bolor nos quadros desguarnecidos de abelhas. Se as abelhas não os ocuparem, há formas de maneio para evitar o problema.

8º- Já agora acerca de monos... considero uma caldeira de cera perfeitamente inútil para um apicultor que tenha até cerca de 30 a 40 colmeias. Um cerificador solar faz mesmo efeito a custo zero... sim, só pode trabalhar de Abril a Outubro mas o custo compensa largamente.

As minhas saudações apícolas,

Abelhasah.