14 agosto, 2013

Avis mellífera 2013


Jornadas Técnicas Apícolas Avis mellífera 2013

Este ano a ADERAVIS voltou a inovar.
A data das Jornadas que já são uma referência para a apicultura nacional foi antecipada do mês de Dezembro para o mês de Julho. As razões foram várias, desde as condições climatéricas que nesta estação nos permitem organizar workshops no campo, como sincronizar as Jornadas com a Feira Franca de Avis e sinergicamente beneficiar os dois eventos.
Essa aposta foi ganha e o número de visitantes superou o de anos anteriores. Mais uma vez acorreram a Avis apicultores, técnicos e dirigentes associativos oriundos de todo o território nacional.
Apesar das temperaturas elevadas que têm caracterizado este Verão, o dia 27 de Julho começou com chuviscos matinais que resultaram num dia de clima muito agradável, permitindo a realização de todas as actividades propostas, tal como o habitual convívio entre os apicultores.

Concursos de Mel

Júri: Eng.º José Gardete, Eng.º Paulo Varela, Eng.º Jorge Rocha e o apicultor António Sérgio Franco.


Mel Multifloral – 20 amostras
1º Lugar – Sociedade Agrícola Herdade do Mouchão – Casa Branca
2º Lugar – Célia Gonçalves – Fronteira
3º Lugar – António Forças Galvão - Fronteira

Mel de Rosmaninho – 16 amostras
1º Lugar – Maria José Valério Nunes – Cabeção
2º Lugar – Célia Gonçalves – Fronteira
3º Lugar – Artur Martins dos Santos - Tramaga

Workshops

09:30 horas - Construção de Núcleos em Roofmate – Eng.º Paulo Ventura

A construção económica de núcleos e colmeias, utilizando materiais baratos e com boa funcionalidade já demonstrada na apicultura.
Em tempo record foi construído um núcleo de cinco quadros extremamente leve e pronto a albergar uma colónia de abelhas. Estas caixas terão decerto menor durabilidade e dificuldades acrescidas na higienização, mas os custos de obtenção compensam. Há no entanto formas de colmatar esses problemas, o que tornam estes núcleos muito apetecíveis em tempos de crise.
A habilidade manual e a extrema facilidade de comunicar e animar os participantes a que o Eng.º Paulo Ventura já nos habituou, proporcionaram neste workshop momentos muito bem passados.

11:00 horas – Sistemas Anti-roubo de Colmeias – Sr. Joaquim Domingos

Um dos temas mais actuais e pertinentes na apicultura nacional.
Com a crescente procura de colónias de abelhas e o consequente aumento dos preços, o roubo de colmeias tornou-se um hábito e uma das principais preocupações dos apicultores. As soluções disponíveis para este problema são sobretudo demasiado caras o que tem provocado algum desinteresse por parte dos apicultores.
De uma forma autodidacta e altruísta, até porque não tem muitas ligações à apicultura, o Sr. Joaquim Domingos propôs-se a solucionar este problema a preços competitivos e adicionando outras funcionalidades ao sistema, nomeadamente a monitorização de outros indicadores determinantes para o planeamento do maneio apícola.
O referido invento ainda está na fase de protótipo, tendo servido este workshop não só para a apresentação do projecto como para aproveitar o feedback dos apicultores no sentido de moldar as aptidões do equipamento aos interesses do sector apícola.

14:30 horas Homenagens 

No período da tarde as Jornadas iniciaram-se com mais uma novidade que a ADERAVIS pretende instituir a partir de agora: a homenagem a todos (pessoas e instituições) que têm colaborado com esta associação e que muito têm contribuído para as melhorias na apicultura nacional e local.
Os homenageados de 2013 foram:

Eng.º Agostinho Lopes (ex deputado da CDU)
Eng.º José Gardete  (Técnico de Apicultura)
Município de Avis
Apirural
Freguesias de Alcórrego, Aldeia Velha, Avis, Benavila, Ervedal, Figueira e Barros, Maranhão e Valongo.


Distribuição do Folheto: Flora Apícola Mediterrânea

Folheto concebido pelo Eng.º Jorge Rocha, Engenheiro de Espaços Verdes ao serviço da ADERAVIS, onde se encontra uma extensa listagem com flora de interesse apícola, juntamente com imagens/características que permitem a sua identificação, sendo por isso uma ferramenta de grande utilidade para os apicultores.

15:00 horas – Colóquio

Colmeias Estrangeiras e o Esgotamento dos Recursos Apícolas – Eng.º João Tomé

Trata-se “daquele” assunto que toda a gente comenta mas que até à data ninguém abordara com a importância e consequências que de facto ele merece.
Verdadeiro tabu da apicultura nacional desde há mais de uma década. Alvo de soluções avulsas, muito localizadas, e que pouco mais resultados tiveram que transferir o problema para os vizinhos.
Práticas apícolas alheias à nossa realidade e que tantos prejuízos têm trazido à apicultura nacional. A ausência de estudos de ordenamento que nos permitam conhecer a capacidade de suporte do meio de modo a optimizarem-se os encabeçamentos também tem contribuído para o agravar do problema.
Uma excelente comunicação que trouxe à luz do dia números e factos que muito surpreenderam  os participantes.

Apiterapia – Dr. José Valdez

Os segredos de cura das abelhas, a farmácia natural que se esconde nos nossos apiários.
De uma forma clara e sucinta foram enumeradas as possíveis aplicações na saúde e demais benefícios dos produtos apícolas com que lidamos no dia-a-dia.
Todos os participantes anotavam em pormenor  as receitas, instruções e dicas úteis fornecidas pelo Dr. José Valdez, cuja experiência nas bioterapias já ultrapassou fronteiras.

Eu fiz um Projecto de Apicultura – Eng.º Osvaldo Silva

Este tema já foi abordado de diversas formas nestas Jornadas de Apicultura.
Faltava agora apresentá-lo numa forma de diário, a cronologia dos acontecimentos e o sequência das etapas que cada candidato a apicultor ProDer necessita de percorrer para concretizar o respectivo projecto.
Muito interessante o método de apresentação utilizado por este orador, revelando de forma irónica as barreiras que sucessivamente lhe foram sendo levantadas. Um quadro completamente surrealista, a falta de sensibilidade com que muitas vezes estes projectos são acompanhados decerto levou e levará a inúmeras desistências.
O Eng.º Osvaldo Silva não desistiu, aguentou estoicamente todos os percalços e atribulações que sucessivamente lhe surgiam e hoje está a gerir a sua própria exploração.

Produção e Processamento de Pólen e Própolis – Eng.º Paulo Ventura

A experiência e a animosidade com que o Eng.º Paulo Ventura aborda o tema da diversificação da produção apícola já era conhecida de todos. Mais uma vez nos surpreendeu pela forma com que apresentou este assunto, desta vez complementando a exposição teórica com a confecção ao vivo da tintura de própolis.
De ressalvar a mensagem que passou desta comunicação, a importância de maximizar a exploração dos nossos apiários, não só em termos da quantidade e da qualidade com que há muito nos debatemos, mas também na diversidade, apostando em novos produtos para os quais os mercados já demonstram bastante apetência.


As VI Jornadas Técnicas Apícolas Avis mellífera 2013 terminaram em clima de festa com a entrega dos prémios referentes aos concursos de mel e... para o ano há mais!!!

3 comentários:

Anónimo disse...

Eu sou um seguidor deste blog acho os assuntos espetaculares tou sempre a espera que se fale da loque e da melhor maneira de tratar a doença

Anónimo disse...

As minhas saudações apícolas !

Mais um sucesso, do que é uma das melhores referências em apicultura do nosso país.

Excelente programa de interesse renovado.

Parabéns ao Dr. Joaquim Pífano por mais esta realização, em que a alteração de data era uma incógnita.

Um abraço,

Abelhasah.

Vitor Claro disse...

Caro Amigo

Gostaria de entrar em contato com o sr. Joaquim Domingos para me inteirar do avanço das suas pesquisas. Será possível disponibilizar-me algum contato dele?
Meu email: vitormeclaro@gmail.com
Grato pela colaboração.
Vitor Claro