04 julho, 2008

Abelhas e OGM's

« No dia em que as abelhas desaparecerem do globo, o homem não terá mais que quatro anos de vida»
Albert Einstein



A Plataforma "Transgénicos Fora" está a preparar uma acção de protesto a realizar no fim-de-semana de 12 e 13 de Julho em Monforte.

O objectivo será marcar posição perante a recente decisão do Ministério do Ambiente em autorizar a realização de ensaios de campo com milho geneticamente modificado naquela localidade.

Cada vez é mais urgente o envolvimento dos apicultores nestas "preocupações globais".

2 comentários:

Nuno disse...

Juntem-se a nós no protesto a realizar no dia 12, às 10.00 horas, em Monforte.
Venham mostrar a vossa indignação perante mais um atentado ao Ambiente.
Não faltem, pois a presença de todos é importante!

PM disse...

Só uma achega: apesar de ser uma frase bombástica, bonita e com o seu (grande) quê de verdade, não foi Einstein que a disse.

Ele foi um físico brilhante, mas nunca um biólogo ou um entomologista e nem sequer um apicultor.

Nenhum registo escrito, gravado ou filmado do cientista mostra essa frase.

Ele morreu em 1955 e a frase surgiu em 1994, num panfleto criado pela união francesa de apicultura, durante protestos em Bruxelas, devido à importação de méis de muito menor custo que lhes fazia forte concorrência, assim como os crescentes custos de produção.
Isto levaria à ruína dos apicultores franceses. Sem apicultores, não haveria abelhas e sem abelhas, nada da maior parte da polinização entomófila.

Nada melhor do que associar esta verdade de cariz catastrófico a alguém incontestavelmente com uma mente brilhante como Einstein, atribuindo-lhe uma frase que fica nos ouvidos e gera debate.

Não obstante, esta frase é uma excelente forma de inicar um debate sobre a importância das abelhas na vida do planeta e do Homem.

E nas formações é comum vir à baila essa frase com o Einstein como autor.